Vencedor Texto

vencedor texto

Madalena da Luz Costa é a vencedora da 3º edição do Prémio de Literatura Infantil Pingo Doce, na categoria de texto, com o texto “O meu livro tem bicho”, eleito pelo júri, presidido por Zita Seabra e composto por Eduardo Sá, Isabel Stilwell, Isabel Zambujal e Sara Miranda.

Para o júri, o texto escolhido “sobressaiu pela originalidade e frescura da ideia, pelo ritmo da escrita e por se tratar de uma história muito visual e, por isso, com grande potencial para inspirar muito bons trabalhos entre os candidatos à fase de ilustração, que se segue. A narrativa estimula as crianças a relacionarem-se com a leitura de forma lúdica e a deixarem-se surpreender pelo poder viciante dos bons livros.”

Com 21 anos de idade, a vencedora deste ano é a mais jovem desde que o Prémio de Literatura Infantil Pingo Doce foi lançado. Natural de Lisboa, é licenciada em Ciências da Cultura pela Faculdade de Letras em Lisboa e está, actualmente, a frequentar o Mestrado em Ciências da Comunicação, na Universidade Nova de Lisboa. Ao tomar conhecimento da decisão do júri, Madalena da Luz Costa destacou o papel das histórias na sua vida: “Desde pequena que sou viciada em ler e que gosto de escrever histórias e de as ilustrar, mas sempre as guardei para mim. Penso neste prémio como uma forma de, finalmente, partilhar uma dessas histórias."

O prémio monetário de 25.000€ será atribuído em Novembro, aquando do lançamento do livro que reunirá as obras de texto e de ilustração vencedoras.

Através da atribuição de um prémio monetário a autores sem obras publicadas, o Prémio de Literatura Infantil Pingo Doce tem como objectivo estimular a emergência de novos talentos nas áreas da literatura e da ilustração. A comercialização do livro que reúne as duas obras vencedoras, nas mais de 400 lojas Pingo Doce espalhadas por todo o país, constitui também um forte incentivo para os candidatos. Os livros resultantes das edições anteriores do Prémio - “De onde vêm as bruxas?” (2014) e “Orlando – O caracol apaixonado” (2015) - já venderam, em conjunto, mais de 20.000 exemplares.

Este ano, a participação na fase de texto ultrapassou as 2.000 candidaturas, um número recorde que traduz uma enorme adesão a este que é o maior prémio de literatura infantil em Portugal. À semelhança das edições anteriores, as regiões da Grande Lisboa e do Grande Porto reuniram o maior número de candidaturas, sendo que todas as regiões de Portugal Continental e das Ilhas se fizeram representar com candidaturas. A faixa etária com maior número de candidatos continuou a situar-se entre os 26 e os 45 anos, e mais de 70% das candidaturas foram submetidas por mulheres.

A todos os candidatos que participaram, nesta 3ª Edição, agradecemos o enorme entusiasmo que demonstraram.

Voltar ao Topo